Você está aqui: Página Inicial > ngo > Projetos de Longo Prazo no Gemini

Projetos de Longo Prazo no Gemini

Prezados usuários

Nos últimos anos de uso do tempo brasileiro nos telescópios Gemini, vários programas têm sido submetidos de forma repetitiva à NTAC (National Time Allocation Committee - Comissão Brasileira de Programas dos Telescópios Gemini). Com o advento de uma participação maior do Brasil no Gemini, que agora é de 6.5%, pareceu a muitos colegas ter chegado a hora de iniciarmos a alocação de tempo para projetos maiores ou que requerem mais longo prazo. Com esse intuito a NTAC, na reunião dos dias 25 e 26 de outubro de 2012, discutiu a necessidade de implementar essa modalidade.

Ao mesmo tempo o Consórcio Gemini decidiu pela implantação de “Large and Long Programs at Gemini - LLP”, uma iniciativa à qual aderiram os EUA, Canadá, Austrália e Argentina. O Brasil não aderiu, temporariamente, tendo em vista a necessidade de qualificar nossas iniciativas de forma a termos chances reais de competir no futuro quando, então poderíamos aderir a essa louvável iniciativa, em condições de maior igualdade. Propomos, então, iniciar o LLP brasileiro nos telescópios Gemini a partir do semestre 2014 A.

Esta modalidade, já implantada com sucesso nos principais observatórios do mundo e, também, no telescópio SOAR, tem como objetivo garantir tempo de observação a programas científicos que se estendam além de dois semestres consecutivos e que visem contribuir significativamente a uma questão científica de grande relevância. Outra motivação para criar esta categoria é colocar regras a propostas que atualmente são reapresentadas durante vários semestres e não têm limite definido para sua finalização.


Requisitos para Propostas de LLP Brasileiro:

O status de LLP será concedido a propostas que cumpram os seguintes requisitos:

Necessitam tempo de observação maior do que as propostas tipicamente aprovadas pela NTAC. Com isso entendemos projetos que requeiram ao menos 50 horas de observação (Large projects) e/ou necessitam longo prazo de execução (ao menos 4 semestres), mesmo que com tempo total menor (Long projects).

Um projeto LLP não precisará apresentar um novo pedido de tempo nos semestres para os quais esse status foi concedido, mas só terá o tempo garantido nos semestres seguintes mediante a apresentação de relatório descrevendo o estado/andamento do programa e da resubmissão da proposta através do PIT (Phase I Tools), onde deve-se incluir os alvos a serem observados no semestre seguinte. Ambos devem ser submetidos dentro do mesmo prazo das propostas regulares para o semestre corrente. A não apresentação tanto do relatório quanto do PIT dentro do prazo implicará punições ao programa a serem definidas pela NTAC. A concessão do tempo ao LLP dependerá da aprovação de ambos pela NTAC.

(Obs. O texto do parágrafo acima que se encontra em negrito foi adicionado segundo recomendações da NTAC durante a reunião dos dias 7 e 8 de maio de 2015.)

O modo de execução será por modo fila ou clássico.

A primeira chamada teve como prazo de submissão a chamada geral de setembro de 2013 para os projetos executados a partir do semestre 2014 A. Os projetos são julgados pelo NTAC, com eventuais membros adicionais convidados para completar os perfis desejados em função da natureza das propostas. Pela sua relevância, o número de pareceristas poderá ser maior que o dos projetos normais. Atualmente, cada projeto submetido à NTAC é avaliado por um relator da NTAC e mais dois pareceristas ad-hoc.

As propostas LLP devem ser submetidas no formulário padrão, utilizando o software PIT da Fase I do Gemini, com a diferença de que a justificativa científica pode conter até 3 páginas.

O PI deve ser pesquisador vinculado à instituição brasileira.

Caso a proposta seja submetida para tempo de países parceiros, o PI também deve ser pesquisador vinculado à instituição brasileira.

A proposta deve apresentar a descrição da contribuição de cada coautor do projeto.

A soma total do tempo alocado aos projetos LLPs não poderá ultrapassar 25% do tempo total brasileiro no Gemini. As chamadas para propostas de LLPs estarão abertas enquanto houver tempo significativo disponível dentro da fração de 25% do tempo total brasileiro. A fração total de tempo a ser alocada a partir do término dos primeiros LLPs será rediscutida em função da primeira experiência.

Proposta aprovada pelo CTC do LNA em sua 63ª reunião, 27/06/2013

 

Orientações Adicionais para Propostas de LLP Brasileiro:

Afim de se obter maiores informações que permitam uma avaliação completa das propostas de LLP Brasileiros, sugere-se que estas propostas sigam ainda as seguintes orientações:
Apresentar um plano de redução dos dados e de publicação dos resultados.

Apresentar o planejamento completo das observações durante todo o tempo de duração do projeto.

Relacionar todos os alvos que serão observados em todos os semestres cobertos pelo projeto.

Apresentar por escrito o tempo total do pedido e o tempo para cada semestre, especificando os alvos que serão observados em cada semestre. No PIT o proponente pode colocar apenas o tempo pedido para o primeiro semestre.

Apresentar uma justificativa técnica abrangendo todos os alvos e semestres de execução do projeto, incluindo os resultados da calculadora de tempo que sejam representativos para todos os alvos propostos.

Para maiores informações acesse aqui a página dos LLPs brasileiros.